MODERNOS

Sexta-feira passada recebi um telefonema a convidar-me para participar numa exposição que irá inaugurar hoje e que estará em exibição durante sete dias; que tinham visto o meu trabalho no meu site e que tinham gostado muito e que gostariam muito que eu participasse com as peças que quisesse, bastando apenas enviar o nome das mesmas e uma pequena sinopse para cada uma.

Explicaram-me depois que se trata de um evento cultural organizado e promovido por uma agência imobiliária, a Louvre Properties, cujo objectivo é representar a simbologia do renascimento de um edifício no centro de Lisboa. O evento chama-se RE7 By The Nest e conta com 7 expressões artísticas, distribuídas por 7 pisos, durante 7 dias – ao fim dos quais o edifício entra em obras e terá uma nova vida.

Expliquei que não, que agradecia muito o convite, mas que eu não era nenhuma artista; que o meu trabalho é essencialmente realizado  no âmbito de intervenções de conservação e restauro de azulejos e que basicamente o que faço vai para as paredes anonimamente e que não tenho praticamente criação própria nem nenhum espólio guardado para expor.

Mas depois de abrir todos os armários aqui da oficina encontrei os azulejos baseados no Movimento Moderno da arquitectura portuguesa, que criei há alguns anos e que por sorte tinha uns quantos já vidrados e outros apenas enchacotados, à espera de algum vidrado que lhes ficasse bem, de acordo com a encomenda de quem os quisesse levar – o que nunca aconteceu.

De modo que, algumas insónias e algum trabalho mais tarde, consegui criar um painel de azulejos cujo nome e sinopse explicativa têm a ver com este evento em concreto, e que desta forma conferem a este conjunto de azulejos antes soltos, o estatuto de “peça”, onde agora cada um deles tem uma posição própria dentro do todo, com a devida marcação alfa-numérica no tardoz.

E que neste momento já está montado no local, à espera da inauguração da exposição, que ocorrerá daqui a três horas e de ser visto nos próximos sete dias.

A questão agora é – vou de saltos altos ou quê?

 

Anúncios

4 thoughts on “MODERNOS

  1. Adorei a sua dúvida … hehehehe
    Vá como for irá sempre bem, tanto mais que é uma artista! Está acima de tudo isso!!!
    Fico encantado por saber que é reconhecida, como aliás, todas as pessoas que vêem o seu trabalho se dão conta! As maiores felicidades!
    Manel

    • Obrigada Manel, amável como sempre!

      Tem de passar lá pela oficina, para ver as réplicas lindas que ando a fazer – e darmos dois dedinhos de conversa, claro está!

      Até breve!

      Isabel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s