BALAÚSTRES

P1120650

 

Há cerca de duas ou três semanas recusei uma encomenda que me fizeram para manufacturar 2100 balaústres em terracota, para uma casa particular. Nunca fiz um balaústre, mas não foi esse o problema, até faria uns quantos com todo o gosto; mas 2100 unidades não só ultrapassa toda a logística possível aqui da oficina, como também a minha vontade – quero ter trabalho, claro; mas não me apetece ficar a fazer balaústres durante meses e meses seguidos.

A semana passada, fui contactada para ir ver um trabalho num edifício em Lisboa, precisavam de alguém que fizesse uma pequena intervenção de restauro nos azulejos. Fui lá ver o que era – afinal os azulejos estão em óptimo estado de conservação, apenas umas falhitas de vidrado a precisarem de ser integradas e, curiosamente, uma série de balaústres no telhado, a precisarem de limpeza, consolidações de vidrados, preenchimentos e integração cromática.

Comecei ontem a limpá-los. São lindos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s