DE VOLTA, SEM NUNCA TER SAÍDO DAQUI.

P1120169

Terminei finalmente um trabalho grande de manufactura de réplicas que me manteve ocupada desde o início deste ano até agora e sobre o qual falarei a seu tempo. Entre ser operada à mão esquerda – que afinal faz muito mais falta do que aquilo que eu imaginava – e a discrição que me foi pedida, andei um pouco arredada destas escritas, o que, de certa forma me chateou.

Comecei finalmente o restauro destes azulejos que me foram entregues há cerca de um mês e que ainda mal tinha tido tempo de olhar para eles. E são lindos – é pena só ter quatro, apetecia-me fazer réplicas para ver o efeito que o conjunto dava.

Anúncios

2 thoughts on “DE VOLTA, SEM NUNCA TER SAÍDO DAQUI.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s