O QUE SOBRA

Fechámos ontem a última caixa dos painéis de azulejos retirados do 88. Estou satisfeita! 82 voltam, 54 permanecem no seu lugar, devidamente protegidos da brigada de destruição que arranca chão, paredes e madeiras e toda a restante memória daquele prédio pombalino – lembraram-se dos azulejos, vá lá! Dos restantes 46 painéis que ficam de fora reorganizámos todo o conjunto que irá voltar para as paredes: colmatámos lacunas; encontrámos cinco tipos de cercaduras onde outros as misturaram; retirámos inúmeras unidades que definitivamente não eram dali; substituímos azulejos em extremo mau estado de conservação devido principalmente às sucessivas empreitadas que foram acontecendo naquele prédio e que em nada os respeitaram –  antes muito pelo contrário. E agora trata-se de encaixotar todos aqueles que sobraram e que vão ser inventariados e acondicionados num armazém, ao pé de mais não sei quantos caixotes com azulejos, todos à espera de ver o que é que lhes acontece. Foi isso que começámos a fazer hoje e é o que vamos fazer amanhã.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s