DOIS MIL E DEZ

Acabei de acondicionar em caixotes os primeiros três painéis de azulejos com as réplicas terminadas; estão prontos, podem seguir para a parede. A In Situ defende que as réplicas se devem diferenciar dos azulejos originais, daí terem optado por utilizarem-se chacotas industriais em vez de manuais. O importante é que, a uma certa distância, se integrem bem no conjunto e ao perto se perceba que são réplicas; que foram feitas agora, durante esta intervenção de restauro e que não têm duzentos e tal anos. E eu concordo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s