LOGOTIPO

2016-07-19 13.53.01

Novo projecto em mãos – execução de um azulejo em meio-relevo com o logotipo da Objectismo, uma galeria/loja em Lisboa, que divulga e comercializa cerâmica industrial e  de autor, produzida nalgumas das mais importantes fábricas ou olarias portuguesas entre o início da década de 40 e o final dos anos 80.

A ideia, para já, é apresentar um protótipo; mais tarde talvez se pense nalguma produção.

Publicado em AZULEJARIA CONTEMPORÂNEA, AZULEJOS | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

RESTAURADAS

2016-07-29 11.32.06 2016-07-29 11.36.38 2016-07-29 11.40.46 2016-07-29 11.43.53

Tal como pretendia, acabei o mês de Julho com a entrega das placas cerâmicas que estive a restaurar para o Goethe-Institut de Lisboa.

Subestimei um pouco o estado de conservação de cada uma – múltiplas fracturas – e pensei que demorasse menos tempo com cada uma, mas enfim; acabei-as e entreguei-as no prazo previsto, ainda antes de tirar uns dias para descansar antes de iniciar o trabalho no próximo projecto que se avizinha e que convém começar o quanto antes.

PLACA 4 PLACA 3

PLACA 2 PLACA 1

Publicado em RESTAURO | Etiquetas | 2 Comentários

CHAOS UND ORDNUNG

IMG_7124

Entre outros projectos que tenho agora em mãos, ando há cerca de duas semanas a trabalhar no restauro de 4 placas cerâmicas que caíram deste mural – Chaos und Ordenung; Caos e Ordem – existente no jardim do Goethe-Institut de Lisboa.

As placas medem cerca de 35x35cm cada e têm pelo menos 2cm de espessura – não contando com os relevos -; são muito pesadas e destacaram-se da superfície de suporte, partindo-se em inúmeros fragmentos de todas as formas e tamanhos possíveis.

Este mural é lindo – sempre gostei de grandes murais cerâmicos, com placas assim, maciças) e foi executado em 2008, no âmbito de um projecto internacional do Goethe-Institut em colaboração com o Museu do Azulejo, a Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha e o Ar.Co.

Confesso que tenho alguma inveja por não ter participado na manufactura disto.

PLACA 4PLACA 3PLACA 2PLACA 1

 

Publicado em RESTAURO | Etiquetas | Publicar um comentário

DESMULTIPLICAR

2016-07-12 09.10.40 2016-06-16 09.59.15 2016-07-08 11.07.29 2016-07-18 09.55.09 2016-07-19 13.53.01 2016-07-20 10.12.23 2016-06-15 12.28.22 2016-07-15 09.35.08 2016-04-21 09.48.57 2016-06-29 16.37.22

De repente ando sem mãos a medir.

Se até inícios de Junho este ano se revelou bastante fracote, obrigando-me a recorrer aos planos B e C para ir ganhando pelo menos o suficiente para pagar a segurança social e as despesas mensais aqui da oficina, de há um mês a esta parte foram-me aparecendo vários projectos para executar, os quais  gostaria de deixar terminados até ao fim de Julho – antes de ir uns dias a banhos e limpar totalmente a cabeça antes da rentrée.

Gosto de trabalhos pequenos, – começa-se um projecto, organizam-se materiais e tarefas, executa-se e quinze dias ou um mês depois, está entregue. Só não entendo é porque é que uma pessoa tem de fazer das tripas coração para cumprir prazos, (nem pensar em contratar ninguém para ajudar, claro; estes trabalhinhos vieram mesmo a calhar!) quando podia realizar com calma um projecto de cada vez.

Vá lá, dois.

Publicado em AZULEJOS, CHACOTAS MANUAIS, MANUFACTURA DE REPLICAS, PORTUGUESE TILES, RESTAURO | Etiquetas , , , , , | 1 Comentário

AZUL E BRANCO

2016-06-21 10.12.41

A fazer novamente experiências de cor – vidrados e tintas. Desta vez  preciso de pintar uma réplica de um dos azulejos pertencente ao conjunto de seis painéis setecentistas, de produção de Coimbra, que se encontram em fase de conservação e restauro no Museu do Azulejo, para posterior exposição.

Os painéis têm muitos azulejos em falta e inúmeras lacunas, de médias e grandes dimensões, para as quais se deverão fazer fragmentos a quente – foi-me pedido um orçamento e com ele devo entregar também a réplica de um dos azulejos.

Estou entusiasmada.

 

Publicado em AZULEJOS, MANUFACTURA DE REPLICAS, RESTAURO | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

8 JUNHO DE 1663

2016-06-29 16.37.55

De regresso ao Pátio dos Canhões, no Museu Militar.

5 anos depois da nossa intervenção, uma ruptura num cano danificou uma parte significativa da parede do alçado Norte e com ela, cerca de metade dos azulejos do painel da Batalha do Ameixial – já na altura, o que se encontrava em pior estado de conservação – destacaram-se da superfície de suporte e partiram-se em inúmeros fragmentos.

E assim, mais uma vez, estive a montar este painel no chão, a colar novamente fracturas simples e múltiplas, e agora a fazer novos preenchimentos para depois reintegrar cromaticamente.

 

 

Publicado em RESTAURO | Etiquetas , , | Publicar um comentário

BERTINA LOPES

2016-06-09 09.20.41

Não sei o que é que se passa, mas este ano continuam a chegar-me às mãos alguns trabalhos engraçados e diferentes daqueles que estou habituada a fazer.

Comecei hoje a trabalhar na procura de cores para os vidrados que preciso de fazer para alguns azulejos que faltam em três pequenos painéis da autoria da Bertina Lopes, pintora e escultora Moçambicana que, confesso, até à data nunca tinha ouvido falar.

E fiquei agora mesmo a saber aqui que, nos anos 60, teve uma bolsa de estudo para estudar cerâmica com o grande mestre Querubim Lapa – que por acaso também foi meu professor.

Publicado em AZULEJOS, CERÂMICA, MANUFACTURA DE REPLICAS, RESTAURO | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário